Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

Semana trilegal

Em agosto do ano passado li uma matéria super interessante no site da Runners World Brasil. Ela sugeria para os “sem tempo” (como eu) um plano de treino que se dividiria em três dias da semana. Até então eu achava que fazia o suficiente para me manter em forma, mas a revista Runners World Brasil de fevereiro me mostrou que eu não estava tão longe do treino ideal. A planilha de treinamento para 10 Km apresentou uma semana com três dias de treino acompanhados de outros dois dias com musculação para fortalecimento. Foi bom ter certeza de que o caminho que está sendo trilhado é o correto. Meu desafio será arrumar tempo para musculação ou exercícios funcionais (como pular corda e subir escadas) nesta vida corrida de muito trabalho e pouco tempo livre. Talvez estas sejam a minha alternativa de curto prazo para cumprir com o reforço muscular. Mas certo mesmo seria incluir um quarto dia de treino para poder realizar mais treinos de qualidade dentro dos ciclos.

Viciados. Na coluna Oxigêno, Mári…

Você é um corredor iniciante, intermediário ou avançado?

A Runners de fevereiro (Ed. 28) começa com uma matéria muito interessante na seção Treino. A matéria Semanão fala sobre a importância dos ciclos no desenvolvimento do corredor e que tentar colocar em uma única semana todos os tipos de treino é algo realmente complicado, quando não, improvável de ser feito. A sugestão é adotar um intervalo de tempo maior para que possamos incluir todos os treinos necessários para nosso desenvolvimento. A idéia é boa, simples e de praxe a revista ainda apresenta sugestões para os treinos de qualidade. Mas o que mais me marcou na reportagem foi a forma como foi identificado o nível do corredor. É a primeira vez que vejo algo do gênero, então segue o registro:Iniciante: aquele que corre até 24 Km semanaisIntermediário: aquele que corre de 24 Km a 48 Km semanaisAvançado: aquele que corre de 48 Km a 64 Km semanaisComo você se vê? Sua quilometragem semanal será determinante para o desenvolvimento de sua capacidade como corredor, seja seu objetivo ganhar resi…

Li e gostei na O2 de janeiro #93

Zé Lúcio Cardim foi muito feliz em intitular a seção largada com a palavra perseverança. Talvez não exista outra palavra que descreva de forma tão exata um corredor. Apenas com perseverança somos capazes de continuar seguindo nossos treinos e adequando nossas metas a esta vida caótica e imperativa que vivemos nos dias de hoje. A disposição para treinar precisa ser igual ou até maior do que a utilizada para trabalhar, pois o que nós amadores que treinamos antes ou depois do trabalho não ambicionamos retorno financeiro com a corrida, mas qualidade de vida. Esta força que buscamos para ir além da rotina é que nos faz diferentes, mais confidentes e perseguidores de objetivos correndo e em outras áreas de nossa vida. Se um dia faltar motivação para correr, lembre-se que você pode estar desistindo de quem você se tornou. E não estou falando do corredor(a).  Para ser mais rápido. Se você acompanha as matérias nos sites especializados, ou se treina com apoio de uma assessoria esportiva deve sa…

O dia da forra

Há mais ou menos um ano eu entrava em um laboratório para realizar um teste ergométrico. Eu já ensaiava as primeiras caminhadas sem um rotina estabelecida, achando que estava abafando com meu primeiro tênis de corrida. Estava com tudo pronto, motivado e confiante por ter encontrado um caminho para uma vida menos sedentária ou estressante. Mas antes de pegar pesado nos treinos, eu queria fazer o teste ergométrico para ter certeza que estava tudo bem.
Passavam das oito da manhã quando fui atendido. O termo de responsabilidade foi o primeiro choque. O termo informava que o teste poderia levar a um enfarto, mas que todas as ferramentas de socorro estavam disponíveis para uma possível emergência. Mas o teste só poderia ser feito se estivéssemos cientes do risco e se isentássemos o laboratório de culpa. Animador, não? Termo assinado, seguimos para a enfermaria para colagem dos eletrodos no meu peito para depois seguirmos para sala do exame.
O médico era um cara tranquilo e informou que a velo…

Li e gostei na Runners World Brasil de Janeiro - #27

Gosto muito blog Correria, do Sérgio Xavier Filho e muito da Carta ao Leitor da revista de janeiro. Sua percepção sempre otimista dos eventos e pessoas é muito bem vinda neste mundo de poucas notícias boas e interessantes. 
A matéria Múltipla escolha é muito boa para quem adora competir. O autor diz que traçar objetivos é muito importante para não nos desmotivarmos, mas quando a vida nos pregar uma peça e não for possível cumprir com o planejado é muito importante estar preparado para reavaliar nossos resultados. Alerta vermelho, de Beth Dreher, é uma matéria que passa dicas interessantes para se treinar no calor. Fala sobre o melhor horário para a prática da corrida, hidratação, filtro solar, as horas de descanso, além de tratar de assuntos desconfortáveis como cãibras, exaustão e hipertemia por causa deste caldeirão que se tornou o nosso verão. De todos as hipóteses, três me chamaram a atenção: o calor, horas de sono e a sensibilidade alérgica.
O calor. É um fator que podemos contornar…