Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Saiba por que correr no inverno carioca pode ser bom para você

Este final de semana começa o inverno. Serão dias com aquele ventinho frio, neblina e muita vontade de ficar na cama, certo? Nada! O inverno é a melhor época do ano para se treinar aqui no Rio de Janeiro e redondezas, pois segundo estudiosos os corredores alcançam seus melhores resultados com a temperatura entre 12ºC e 20ºC. Justamente o que ocorre em nossa região nas manhãs pelos próximos dois ou três meses. Mas não pense que a vantagem existe apenas para os praticantes mais antigos. Para quem está começando existem inúmeras vantagens, dentre elas o fato de que os treinos provocarão maior queima calórica. Para quem deseja perder alguns quilinhos, fica a dica. Treinar sob temperaturas mais amenas é mais saudável e aumenta seu rendimento, visto que não sofreremos os efeitos do superaquecimento. Com a menor perda de energia, conseguimos correr mais rápido e por mais tempo. Em meio as leituras achei interessante uma citação, onde o autor defendia que correr no calor é bom para os velocist…

Corrida e caminhada contra o câncer de mama - por Marta Fierro

Esta semana o post não será de minha autoria, pois fiz questão de registrar a Corrida e caminhada contra o câncer de mama 2014. Um evento para alertar a todos deste mal que afeta milhares de mulheres no Brasil e sabe-se lá quantas outras no mundo. Minha amiga Marta Fierro aceitou o convite e conta nas linhas abaixo como ela e a corrida venceram este desafio mortal, para celebrar a vida mais do que nunca. Espero que a leitura inspire todos vocês. Boas passadas.

Corrida e caminhada contra o câncer de mama - por Marta Fierro

Dia 18 de maio de 2014. Um dia de muita emoção: Corrida e caminhada contra o câncer de mama. Essa é a 2ª corrida que eu participo. E o motivo de tanta emoção é a benção de poder celebrar a vida. Aqui estou, a pedido de meu amigo André, para contar um pouco dessa estória e a origem dessa emoção. Há 02 anos, eu recebi um diagnóstico que me tirou o chão: câncer de mama com 43 anos de idade. Esse diagnóstico ganhou mais peso, pois a minha mãe faleceu vítima de câncer de ová…

Circuito Light Rio Antigo - Etapa Tiradentes

Eram cinco e dezessete quando acordei. É muito bom acordar antes do alarme, sinal de que o corpo descansou. O ritual foi o mesmo dos últimos quatro anos. Às coisas já estavam separadas, o que sempre possibilitou tomar o café da manhã com tranquilidade. O dia amanheceu nublado e o vento carregava certo frescor. Para minha surpresa o smartphone marcava 19°C e o céu repleto de nuvens grandes e cinzas em cima do centro do Rio. Me animei, pois o cenário era prefeito para uma boa corrida! Não havia chances de sofrer com o sol e a baixa temperatura ajudaria na manutenção da velocidade. Assim fui, de barcas desta vez, sem pressa e animado para mais uma prova. Às sete e meia pois amigos começaram a aparecer. Primeiro a Joyce, depois o Bruno, Eric, Isabel e o Rafael. A Renata aparecer virtualmente, mas combinamos o encontrou da fito para depois da corrida. Trocamos impressões e expectativas e nos despedimos, pois era hora dos preparativos finais para a largada.
Meu Garmin me enganou Enquanto conver…

Circuito Light Rio Antigo: prólogo

Foram cinco semanas de treino para chegar até aqui. Não foi fácil, mas como um caça-fantasmas fui detonando uma a uma cada assombração. A panturrilha ainda preocupa e tenho feito os treinos mais intensos com muita prudência. Pelo menos por hora continuarei bastante conservador. Se fosse jogador de futebol diria que não estou 100%, mas vamos em frente. Nos tiros um pouco mais fortes eu me esforçava para aterrissar de forma o mais neutra possível para não forçar a panturrilha na fase de impulsão. Incrível o que se descobre quando queremos realmente fazer algo. Na corrida não foi diferente. Um tênue ajuste na passada me possibilitou continuar correndo, mas me pergunto quanto tempo terei que conviver com está insegurança? Parece uma ferimento de guerra que vai ser sentido toda vez que forçar.  Enquanto isto vivo como posso e a animação para segunda etapa do Circuito Light Rio Antigo cresce a cada momento. Há muito o que comemorar neste domingo de dia das mães, afinal foi mais um ciclo  ven…

Os ares do outono

Minha alegria aumenta quando chegamos ao mês de abril. Mês em que a temperatura aqui no Rio de Janeiro fica mais amena e a corrida além de prazerosa se torna até confortável. Mesmo no dia dos intervalados, pois o ar condicionado natural é um convite ao bom desempenho em treinos e provas. Se você não sabe, estudiosos confirmaram que a temperatura que proporciona um ótimo desempenho está entre 16 e 18 graus. Frio? Sonhando com o cobertor? Não lhe culpo, pois já pensei assim. Mas é um tipo de experiência transformadora e muito saudável, visto que os problemas de desidratação ficaram para trás junto com o calor. Isso não significa que você pode ficar sem beber água. Beba ao menos um copo antes de treinar e outro nos pós treino (no mínimo). Procure uma roupa adequada para esta época de temperaturas mais baixas. Se você é friorento, existem camisetas de poliamida com mangas longas. Calças se tornaram uma febre entre as mulheres, mas também existem modelos masculinos. A maioria dos sites que …