Pular para o conteúdo principal

Mudando de cenário

A alegria voltou! Mas me deu conta de que o Instagram me conquistou. As histórias e reflexões seguem por lá. Basta procurar por @andreeotenis que estou te esperando por lá.

Mas se você acha que eu deveria manter o blog me conta o motivo aqui embaixo.

Vamos em frente com a décima primeira temporada com o tênis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Você é um corredor iniciante, intermediário ou avançado?

A Runners de fevereiro (Ed. 28) começa com uma matéria muito interessante na seção Treino. A matéria Semanão fala sobre a importância dos ciclos no desenvolvimento do corredor e que tentar colocar em uma única semana todos os tipos de treino é algo realmente complicado, quando não, improvável de ser feito. A sugestão é adotar um intervalo de tempo maior para que possamos incluir todos os treinos necessários para nosso desenvolvimento. A idéia é boa, simples e de praxe a revista ainda apresenta sugestões para os treinos de qualidade. Mas o que mais me marcou na reportagem foi a forma como foi identificado o nível do corredor. É a primeira vez que vejo algo do gênero, então segue o registro:Iniciante: aquele que corre até 24 Km semanaisIntermediário: aquele que corre de 24 Km a 48 Km semanaisAvançado: aquele que corre de 48 Km a 64 Km semanaisComo você se vê? Sua quilometragem semanal será determinante para o desenvolvimento de sua capacidade como corredor, seja seu objetivo ganhar resi…

Meu Garmin não sincroniza(va) com os satélites

Hoje vou contar como quase condenei meu parceiro preferido de treinos. Como comentei nos últimos posts, fiquei bastante tempo parado e recomeçar não foi fácil. Não posso dizer que a amnésia foi completa, mas perdi o jeito da coisa. O primeiro obstáculo foi meu Garmin FR 610, que não queria mais saber de sincronizar o GPS com os satélites. Não que eu seja um completo neurótico com números, mas acompanho a quilometragem dos meus tênis a partir do registro dos treinos. O motivo? Em 2011 tive uma bursite no quadril (leia clicando aqui), mal que não desejo a ninguém. As teorias para o desenvolvimento da lesão são poucas, mas dentre elas estão a perda de amortecimento do tênis e o excesso de esforço no semestre. A primeira tese depende de controle sobre o equipamento e a segunda de bom senso. Como não darei chance para empolgação novamente, voltemos as atenções para primeira teoria e a importância do GPS do meu Garmin nela.
Sem GPS, sem quilometragem. Tentei até me virar com um aplicativo no …

Tenha fé e alegria

Hoje foi dia corrida! Foi dia de colocar a prova as 8 semanas de treinos. Ver qual seria meu melhor, depois de tanto tempo parado. Analisando os treinos de resistência nas últimas duas semanas cheguei a conclusão que a meta seria correr abaixo de 31'36". Nada excepcional se pensar nos velhos tempos, mas este era o desafio para quem e estou hoje. Era, porque encontrei um bom ritmo de corrida e mesmo com o calor preocupando um pouco, ao final o cronômetro marcava 31'02". Fazer o melhor com o que você tem. Talvez esta seja a melhor definição para EMPENHO.
Boas passadas e vamos em frente!