Pular para o conteúdo principal

Nunca me machuquei com um Asics Kayano nos pés


A vida de um corredor começa pelos exames médicos, mas depois de ter certeza que eu poderia correr, uma pergunta consumiu muito do meu tempo para ser respondida: que tênis devo utilizar? 
Meu primeiro tênis foi comprado na mais inocente ignorância. A única informação útil que eu possuía era de que ele deveria ter um ótimo amortecimento. E com isso comprei um dos melhores tênis para pisada supinada. O problema é que descobri tardiamente que minha pisada é pronada. Assim vi um tênis caro ser destruído em menos de três meses de uso, enquanto treinava para participar da minha primeira prova. Fui mal orientado durante a compra do tênis. O vendedor afirmou com que o tênis era bom para qualquer tipo de pisada e eu, ingênuo, acreditei. 
Assim cheguei ao dia da retirada do kit para Family Run. Fui a feira promovida para o evento e lá tive a curiosidade de fazer o tal teste da pisada promovido pela Asics. Teste feito e mistério desfeito. Olhei para prateleira e comprei o tênis que iria usar no dia seguinte na prova. Ao calçar o Kayano pela primeira vez, eu tive a certeza de que nunca havia tido um bom tênis. A palavra perfeição se aplicava àquele momento de conforto e satisfação. Ali foram as primeiras passadas das centenas de milhares que eu viria a dar com um Kayano. 
A maioria dos quilômetros que percorri foi com um Kayano nos pés.  Sempre bem e saudável. Um daqueles casos de amor perfeito, que apenas um idiota colocaria a prova. Pois é, o idiota aqui colocou e arrumou lesões. Foram tentativas de se economizar alguma grana, comprando modelos mais em conta. 
O teste da pisada e a utilização de tênis auxiliando a correção da pisada é apoiada por muitos, mas também é contestada por outro grupo muito expressivo. Eu não posso afirmar que o Kayano é uma solução para você. Nem muito menos que com o teste da pisada, você encontrará o seu par prefeito. Mas posso dizer que enquanto utilizei os Kayanos 15, 16 e 18 não me machuquei. Tenho alguns amigos e amigas que também resolveram problemas com dores após o testes da pisada e conseguiram encontrar o tênis ideal para si, tendo pisada supinada ou pronada. O importante é termos em mente que sentir dor não é normal. A dor nada mais é do que um alarme para algo que está provocando desconforto em alguma parte do corpo e precisa ser evitado. Caso contrário, o problema crescerá para algo incapacitante. 
Busque sua verdade e aproveite este maravilhoso mundo da corrida. A minha é que a partir de hoje irei para as ruas com meu quarto Kayano. O Asics Kayano 20.

Boas passadas!

Comentários

  1. Feliz 2015 encima do seu novo Kayano, André!

    ResponderExcluir
  2. Andre bom dia, quando comecei a correr e lendo vários artigos sobre pisada e por gastar a borda de fora do tênis eu na santa ignorancia pensei que a minha pisada era supinada, ai em um dos treinos da Mizuno alguns anos atras eu fiz o famoso teste da pisada e no termino a mulher me informou que a minha pisada era Neutra e dai eu disse...Como assim? Se eu gasto a borda de fora a minha e supinada, ela me disse que nem todos que gastam a borda de fora do tenis e supinador...Não contente com o teste, refiz em outro lugar e não é que deu novamente Neutro...Sendo que antes comprava tenis para supinador e de vez em quando me dava umas dores, ou seja depois que fiz o teste por duas vezes e deu neutro a partir daquele dia nunca mais sentir dor no pé...Os tenis Asics sao bons, nunca usei um Kayano o de maior conforto que já utilizei foi o CUMULUS 14, sendo que ano retrasado em uma ultra de 24 horas apertou muito pq o meus pés estava inchados devido estar correndo 24 horas, ai coloquei o Sprint que a frente dele e mais larga e deu tudo certo...Vlw amigo...Bons treinos!!!

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por você passar por aqui.
Deixei sua opinião ou comentário sobre o tema. Uma boa conversa é sempre salutar.
Boas passadas!

Postagens mais visitadas deste blog

André e seu novo tênis: Asics Gel Cumulus

É o Cumulus! O tênis me obrigou a fazer uma homenagem ao velho humorista que tive a satisfação de conhecer na minha infância, quando os Trapalhões passaram por Recife. Mas Cumulus é o nome do meu novo parceiro de corrida. O Asics Cumulus é um tênis com ênfase no amortecimento, mas não tão caro quanto o Asics Nimbus ou o Asics Kayano. Teste de rua. O tênis é realmente impressionou, com um amortecimento realmente inesperado. Para quem lê pela primeira vez este blog, eu estou trocando os tênis com ênfase em estabilidade por aqueles com ênfase em amortecimento. Há algum tempo busco um bom ortopedista para diagnosticar uma dor, que acho ser na crista ilíaca (depois de muito procurar em mapas de anatomia), ao invés de passar simples anti-inflamatórios.  Eu defendo uma têse de que a dor seja consequência do impacto, tanto que enquanto usei o Adidas Cushion (amortecimento) ela diminuiu. Quando voltei para o Asics Kayano (estabilidade), assim como quando usei o Adidas Sequence ela se fez mais pr…

Você é um corredor iniciante, intermediário ou avançado?

A Runners de fevereiro (Ed. 28) começa com uma matéria muito interessante na seção Treino. A matéria Semanão fala sobre a importância dos ciclos no desenvolvimento do corredor e que tentar colocar em uma única semana todos os tipos de treino é algo realmente complicado, quando não, improvável de ser feito. A sugestão é adotar um intervalo de tempo maior para que possamos incluir todos os treinos necessários para nosso desenvolvimento. A idéia é boa, simples e de praxe a revista ainda apresenta sugestões para os treinos de qualidade. Mas o que mais me marcou na reportagem foi a forma como foi identificado o nível do corredor. É a primeira vez que vejo algo do gênero, então segue o registro:Iniciante: aquele que corre até 24 Km semanaisIntermediário: aquele que corre de 24 Km a 48 Km semanaisAvançado: aquele que corre de 48 Km a 64 Km semanaisComo você se vê? Sua quilometragem semanal será determinante para o desenvolvimento de sua capacidade como corredor, seja seu objetivo ganhar resi…

O segredo dos corredores quenianos

Passei a semana procurando informações sobre corredores quenianos. Achei matérias que justificavam o desempenho deles o fator genético, outros usaram os treinos em altitude (O Quênia está a mais de 2.000 metros do nível do mar) e por fim a dedicação. A matéria O SEGREDO DOS CORREDORES QUENIANOS de Javier Triana humaniza os feitos dos queniano, mostrando mais uma vez que somos fruto do meio. A necessidade mais uma vez faz o homem. Prova disso foi que o "britânico" Mo Farah, vencedor dos 10.000 metros e o Kiprotich de Uganda fizeram. Eles treinam no Quênia, no High Altitude Training Centre, a capital mundial da corrida em distância - veja reportagem na The Finisher.
Com um estilo de vida tão simplório, correr sempre foi algo necessário para cruzar distâncias. Como foi bem dito na reportagem, eram 10 quilômetros para ir para a escola e outros dez para voltar para casa. Assim como a bola está para as crianças brasileiras, a corrida está para as crianças quenianas. A especializaçã…