Pular para o conteúdo principal

Honra ao mérito

E lá se vão dois anos. Ou melhor dizendo, uma jornada que mensurada pelas estradas do Brasil ligou Rio a Pernambuco. Que me trouxe mais saúde, mais equilíbrio, mais tempo para refletir, mais sabedoria, novos amigos, velhos amigos dr volta e muita, mas muita disposição para enfrentar esta nossa vida entupida de afazeres. Lembro das primeiras e enfadonhas caminhadas no interior do condomínio evoluírem para trotes e semanas depois se transformarem em corridas. Lembro das enfindáveis pesquisas sobre os mais variados assuntos para sanar dúvidas e trazer segurança para prática da corrida. Por fim, este humilde blog, fruto da necessidade da busca por foco e ainda hoje fonte de inspiração. Minha forma de manter a corrida em destaque e promover a manutenção de meu interesse por este maravilhoso esporte. Alguém em algum lugar disse: você é o que você pensa. As coisas que preenchem sua mente moldam sua forma de ser e pensar. Então, meu amigo, cuidado com o que você pensa, pois seus pensamentos norteiam suas ações.
A mente, não difere muito de nossos músculos, funciona sobre estímulos e reage conforme as condições submetidas. Medos, desejos, raiva, amor, preguiça, sonhos, gana ou quaisquer coisas que possam provocar reação no corpo, afetam também a mente. Por isso mantenho a leitura de revistas como a Runners e a O2, além de escrever este blog. Isto me ajuda a manter a corrida presente em minha mente, em meu cotidiano. A corrida não pode ser algo eventual que me "obriga" a dedicar algum tempo entre uma coisa e outra, senão seria mais uma obrigação que ficaria pelo caminho. Correr tornou-se um estilo de vida, que afetou tudo ao redor entre outras coisas, a alimentação, o sono e equilíbrio emocional.
Às vezes eu vejo as pessoas me olharem com uma cara de lua, pois é difícil explicar o que muda em uma pessoa quando começa a correr. Palavras como ânimo, perder peso, saúde e bem estar não traduzem fielmente o resultado conquistado com a corrida. Pois a maior das mudanças acontece do lado de dentro da pele. Só quem desafiou o destino sabe do que estou falando. São as sensações, os devaneios, a "conversa" direta com a consciência, provando que dá para viver mais e melhor. A corrida trouxe um outro significado para a vida e a minha relação com o tempo que ainda passarei por aqui neste mundo. Ainda há muito o que fazer e para tal, preciso de saúde. E aos eventos? O que dizer deste "circo" de corridas? A adrenalina de largar, o efeito pelotão, o sentido de auto-afirmação que um dia como este carrega nos rejuvenesce pelo simples fato de participar. Uma vez ao comentar sobre uma corrida me perguntaram se eu havia ganho a corrida - risos - mas com a cara mais lavada do mundo eu disse que havia ganho uma medalha de honra ao mérito por ter terminado a prova. Mérito de ter superado a preguiça, o sedentarismo, as minhas dificuldades do dia-a-dia para fazer algo que para quem pratica parece uma obrigação, mas para quem já está praticando é uma das maiores diversões. A corrida é o esporte mais justo que existe. Não dá para roubar. No dia da prova, ela lhe entrega o que você treinou. Simples assim. Correr é real e relativamente simples - mas não é fácil (extraído de um mural da Golden Four Brasília 2011). Você será colocado a prova fisico e mentalmente para conquistar uma qualidade de vida que talvez você nunca tenha tido antes.
Como uma imagem vale mais que mil palavras, resolvi incluir dois vídeos a este post de aniversário para mostrar minha perspectiva do que a corrida me transmite. Espero que goste.



Não é apenas o facebook que possui um timeline. O link leva para todas as imagens que já utilizei no blog até hoje. https://plus.google.com/u/0/photos/115069591254486713357/albums/5494175906542902849


Boas passadas e até o ano que vem se Deus quiser.

Comentários

  1. André

    Parabéns por estes 2 anos de uma nova vida !!!!

    Abs

    Fábio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, meu amigo.

      Estou acompanhando sua jornada também.

      Saudações rubro-negras e boas passadas!

      http://andreeotenis.blogspot.com

      Excluir
    2. Obrigada André, vou lá conferir a foto!

      Parabéns pela prova e pelo belo relato!

      Excluir
    3. Drica,

      Obrigado pela visita e pelo elogio!

      Até a próxima.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por você passar por aqui.
Deixei sua opinião ou comentário sobre o tema. Uma boa conversa é sempre salutar.
Boas passadas!

Postagens mais visitadas deste blog

André e seu novo tênis: Asics Gel Cumulus

É o Cumulus! O tênis me obrigou a fazer uma homenagem ao velho humorista que tive a satisfação de conhecer na minha infância, quando os Trapalhões passaram por Recife. Mas Cumulus é o nome do meu novo parceiro de corrida. O Asics Cumulus é um tênis com ênfase no amortecimento, mas não tão caro quanto o Asics Nimbus ou o Asics Kayano. Teste de rua. O tênis é realmente impressionou, com um amortecimento realmente inesperado. Para quem lê pela primeira vez este blog, eu estou trocando os tênis com ênfase em estabilidade por aqueles com ênfase em amortecimento. Há algum tempo busco um bom ortopedista para diagnosticar uma dor, que acho ser na crista ilíaca (depois de muito procurar em mapas de anatomia), ao invés de passar simples anti-inflamatórios.  Eu defendo uma têse de que a dor seja consequência do impacto, tanto que enquanto usei o Adidas Cushion (amortecimento) ela diminuiu. Quando voltei para o Asics Kayano (estabilidade), assim como quando usei o Adidas Sequence ela se fez mais pr…

Você é um corredor iniciante, intermediário ou avançado?

A Runners de fevereiro (Ed. 28) começa com uma matéria muito interessante na seção Treino. A matéria Semanão fala sobre a importância dos ciclos no desenvolvimento do corredor e que tentar colocar em uma única semana todos os tipos de treino é algo realmente complicado, quando não, improvável de ser feito. A sugestão é adotar um intervalo de tempo maior para que possamos incluir todos os treinos necessários para nosso desenvolvimento. A idéia é boa, simples e de praxe a revista ainda apresenta sugestões para os treinos de qualidade. Mas o que mais me marcou na reportagem foi a forma como foi identificado o nível do corredor. É a primeira vez que vejo algo do gênero, então segue o registro:Iniciante: aquele que corre até 24 Km semanaisIntermediário: aquele que corre de 24 Km a 48 Km semanaisAvançado: aquele que corre de 48 Km a 64 Km semanaisComo você se vê? Sua quilometragem semanal será determinante para o desenvolvimento de sua capacidade como corredor, seja seu objetivo ganhar resi…

O segredo dos corredores quenianos

Passei a semana procurando informações sobre corredores quenianos. Achei matérias que justificavam o desempenho deles o fator genético, outros usaram os treinos em altitude (O Quênia está a mais de 2.000 metros do nível do mar) e por fim a dedicação. A matéria O SEGREDO DOS CORREDORES QUENIANOS de Javier Triana humaniza os feitos dos queniano, mostrando mais uma vez que somos fruto do meio. A necessidade mais uma vez faz o homem. Prova disso foi que o "britânico" Mo Farah, vencedor dos 10.000 metros e o Kiprotich de Uganda fizeram. Eles treinam no Quênia, no High Altitude Training Centre, a capital mundial da corrida em distância - veja reportagem na The Finisher.
Com um estilo de vida tão simplório, correr sempre foi algo necessário para cruzar distâncias. Como foi bem dito na reportagem, eram 10 quilômetros para ir para a escola e outros dez para voltar para casa. Assim como a bola está para as crianças brasileiras, a corrida está para as crianças quenianas. A especializaçã…