Pular para o conteúdo principal

Coisa de Titã

Atlas na fachada do Schloss Linderhof.

Nas últimas semanas tive que administrar noites a fio no trabalho, uma pequena contusão na coxa e, consequentemente, o cancelamento de treinos a poucos dias da Adidas Primavera. Achei mais sensato descansar a agravar a contusão da perna treinando. Estes dias também foram importantes para aceitar a mudança de planos e redimensionar o possível resultado da prova, pois o cronograma de treinos foi completamente comprometido.

Inevitavelmente associei minhas últimas semanas a Atlas, o titã, e seu martírio eterno sustentando o firmamento. A reflexão teve seu lado positivo, pois sai Internet adentro buscando informações sobre o titã e deixei para trás as preocupações do dia-a-dia. Esbarrei em uma curiosa versão em que o titã se livrou da punição graças a Hércules, que apoiou o firmamento sob as colunas que cercam seu templo, ou coisa parecida.

Atlas - Pires

Para meu alívio, a dedicação das últimas semanas levantaram pilares importantes para o ritmo de trabalho voltar ao normal, e com isso, consegui descansar o suficiente para fazer um treino leve terça de noite. Foram 45' prazerosos para espantar o cansaço mental e me animar para domingo, pois não senti a perna e na segunda metade dos 7K consegui acelerar. Espero que o treino matutino da sexta seja tão bom quanto o de terça e que o domingo seja dia de NRP (novo recorde pessoal).

Estas são as passagens para domingo. Será que dá?

01K: 00:05:30

02K: 00:11:02

03K: 00:16:36

04K: 00:22:12

05K: 00:27:50

06K: 00:33:30

07K: 00:39:12

08K: 00:44:56

09K: 00:50:42

10K: 00:56:30

Recorde Pessoal: 00:57:46

Os trabalhos gráficos são tão impressionantes quanto à estátua.

Comentários

  1. Parabéns André pelo seu Recorde Pessoal, e pela dedicação dos treinos!!!!
    Você mora em Niteroi, eu tenho uma amiga que mora ai no bairro Fonseca, quem sabe ano que vem vou para ai fazer alguma prova!!! rsrsrs
    \0/ eeeeeeeeeeee
    simbora treinara para correr...
    www.marlipalugan.blogspot.com
    @marlipalugan

    ResponderExcluir
  2. Então estaremos bem próximos, pois moro no Fonseca e corro no Jardim Zoológico e entorno. É uma área com pouco movimento de carros propícia para corrida de rua. Para os mais exigentes existem trechos com ladeiras para dar uma puxada no treino.
    Niterói está entrando no circuito de rua há pouco tempo. O circuito Fun and Run é local e vem crescendo. Outra opção é o circuito das academias também, mas os trajetos são acidentados. Não são bons para velocistas, mas para quem gosta de um cartão postal ao seu redor, está no lugar certo.
    Estou louco para domingo chegar!!!
    http://andreeotenis.blogspot.com
    @4ndr3g0nc4lv3s

    ResponderExcluir
  3. Fala Andre, te espero no Aterro domingo, tu ta rapido em companheiro 57 min em 10 K, eu ainda vou para 5K ahahahah espero fechar em 25 min.

    []s

    E boa sorte

    ResponderExcluir
  4. O desejo é baixar o tempo amanhã! Vamos ver o que vai ser possível fazer.
    http://andreeotenis.blogspot.com
    @4ndr3g0nc4lv3s

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por você passar por aqui.
Deixei sua opinião ou comentário sobre o tema. Uma boa conversa é sempre salutar.
Boas passadas!

Postagens mais visitadas deste blog

André e seu novo tênis: Asics Gel Cumulus

É o Cumulus! O tênis me obrigou a fazer uma homenagem ao velho humorista que tive a satisfação de conhecer na minha infância, quando os Trapalhões passaram por Recife. Mas Cumulus é o nome do meu novo parceiro de corrida. O Asics Cumulus é um tênis com ênfase no amortecimento, mas não tão caro quanto o Asics Nimbus ou o Asics Kayano. Teste de rua. O tênis é realmente impressionou, com um amortecimento realmente inesperado. Para quem lê pela primeira vez este blog, eu estou trocando os tênis com ênfase em estabilidade por aqueles com ênfase em amortecimento. Há algum tempo busco um bom ortopedista para diagnosticar uma dor, que acho ser na crista ilíaca (depois de muito procurar em mapas de anatomia), ao invés de passar simples anti-inflamatórios.  Eu defendo uma têse de que a dor seja consequência do impacto, tanto que enquanto usei o Adidas Cushion (amortecimento) ela diminuiu. Quando voltei para o Asics Kayano (estabilidade), assim como quando usei o Adidas Sequence ela se fez mais pr…

Você é um corredor iniciante, intermediário ou avançado?

A Runners de fevereiro (Ed. 28) começa com uma matéria muito interessante na seção Treino. A matéria Semanão fala sobre a importância dos ciclos no desenvolvimento do corredor e que tentar colocar em uma única semana todos os tipos de treino é algo realmente complicado, quando não, improvável de ser feito. A sugestão é adotar um intervalo de tempo maior para que possamos incluir todos os treinos necessários para nosso desenvolvimento. A idéia é boa, simples e de praxe a revista ainda apresenta sugestões para os treinos de qualidade. Mas o que mais me marcou na reportagem foi a forma como foi identificado o nível do corredor. É a primeira vez que vejo algo do gênero, então segue o registro:Iniciante: aquele que corre até 24 Km semanaisIntermediário: aquele que corre de 24 Km a 48 Km semanaisAvançado: aquele que corre de 48 Km a 64 Km semanaisComo você se vê? Sua quilometragem semanal será determinante para o desenvolvimento de sua capacidade como corredor, seja seu objetivo ganhar resi…

O segredo dos corredores quenianos

Passei a semana procurando informações sobre corredores quenianos. Achei matérias que justificavam o desempenho deles o fator genético, outros usaram os treinos em altitude (O Quênia está a mais de 2.000 metros do nível do mar) e por fim a dedicação. A matéria O SEGREDO DOS CORREDORES QUENIANOS de Javier Triana humaniza os feitos dos queniano, mostrando mais uma vez que somos fruto do meio. A necessidade mais uma vez faz o homem. Prova disso foi que o "britânico" Mo Farah, vencedor dos 10.000 metros e o Kiprotich de Uganda fizeram. Eles treinam no Quênia, no High Altitude Training Centre, a capital mundial da corrida em distância - veja reportagem na The Finisher.
Com um estilo de vida tão simplório, correr sempre foi algo necessário para cruzar distâncias. Como foi bem dito na reportagem, eram 10 quilômetros para ir para a escola e outros dez para voltar para casa. Assim como a bola está para as crianças brasileiras, a corrida está para as crianças quenianas. A especializaçã…