Pular para o conteúdo principal

EMBAIXADA IGUANA INFORMA: SORTEIO DE INSCRIÇÃO PARA A PRIMEIRA ETAPA DO CIRCUITO ATHENAS RJ

Olá para todos. O blog André e o Tênis está sorteando a partir de hoje uma inscrição para a primeira etapa do Circuito Athenas RJ. Para participar basta enviar email para andreeotenis@gmail.com com o dia e o mês do seu nascimento e uma resposta para a seguinte pergunta: o que lhe motiva a correr? O resultado será apurado no dia 14 de março, utilizando os números sorteados para QUINA. Caso ocorra mais de um contemplado, o desempate será realizado pela ordem de cadastro no sorteio. Então, quem correr e enviar um email mais rápido, já está em vantagem. O felizardo será anunciado aqui no blog na quinta-feira a noite, PENÚLTIMO DIA DE INSCRIÇÃO para prova.
O Circuito Athenas RJ ocorrerá no próximo dia 24 de março no Aterro do Flamengo. Outras informações no site do evento
Agradecimentos mais que especiais à Letícia, da Iguana Sports, por ter concedido uma cortesia para o blog. Boa sorte, amigos!

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A GOLDEN FOUR ASICS
Dou-lhe uma, dou-lhe duas e dou-lhe três! Vamos que vamos mais uma vez para a meia maratona mais organizada e que mais se preocupa com o corredor. Foi nela que debutei nos 21 km em 2011. Foi a minha ressurreição em 2012 e será uma comemoração em 2013. Do Pontal a São Conrado. Visual paradisíaco, o barulho do mar, dos tênis e da respiração compondo a trilha sonora do corredor. A G4 é mais que a corrida, pois tem uma feira com massagem, customização de camisetas, palestras de treinadores, fisiologistas, ortopedistas, nutricionistas, mesa redonda com os atletas e uma loja com o de melhor da Asics para deixar seu olhinhos brilhando. A largada às 7 da manhã é um diferencial para evitar as altas temperaturas do Rio de Janeiro.
Este ano a G4 vem com gosto de preliminar, pois será a primeira meia maratona da cidade. É uma prova. Apenas uma, sem outras distâncias. É 21K na veia, ou nada. Não tem conversa. É uma prova em que os iguais se encontram. É onde a largada por ritmo funciona. É onde sobra espaço para superação. Se for correr, seja bem vindo a "minha" Golden Four Asics. Espero que ela seja generosa para você, assim como tem sido para para mim.
As inscrições podem ser feitas através do site do evento em Golden Four Asics Rio de Janeiro.

Comentários

  1. Boa André, já estou participando. Vamos marcar um jeito de irmos na G4, ainda to pensando na logística.

    Abraços,

    Victor Caetano

    corridaurbana.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Victor,
      Vou ver se a assessoria que faço parte irá fretar um ônibus. Lhe aviso assim que tiver informações.
      Abraços.

      Excluir
  2. Fala, André!

    Seria um grande prazer participar da Golden 4 Asics no RJ, mas a data será muito próxima da outra Meia que vou disputar aqui em Campinas (dia 24/03, 2 semanas antes).

    Apesar de ainda nem ter estreado nos 21 km (a primeira será essa Meia de Campinas), já estou com outra prova na mira: a Golden 4 Asics de SP (28/07). Já ouvi muitos corredores falarem bem das Golden 4, e isso facilitou minha escolha.

    Grande abraço e bons treinos.
    Bruno - http://movidoaendorfina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brunno,
      A G4 realmente é uma baba! É uma prova tão boa de correr que penso em encontrar um jeito de correr as outras etapas. Acho que você não se arrepender. Ao menos aqui no Rio foi uma prova impecável nos seus dois primeiros anos.
      Vamos que vamos e boas passadas!

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por você passar por aqui.
Deixei sua opinião ou comentário sobre o tema. Uma boa conversa é sempre salutar.
Boas passadas!

Postagens mais visitadas deste blog

André e seu novo tênis: Asics Gel Cumulus

É o Cumulus! O tênis me obrigou a fazer uma homenagem ao velho humorista que tive a satisfação de conhecer na minha infância, quando os Trapalhões passaram por Recife. Mas Cumulus é o nome do meu novo parceiro de corrida. O Asics Cumulus é um tênis com ênfase no amortecimento, mas não tão caro quanto o Asics Nimbus ou o Asics Kayano. Teste de rua. O tênis é realmente impressionou, com um amortecimento realmente inesperado. Para quem lê pela primeira vez este blog, eu estou trocando os tênis com ênfase em estabilidade por aqueles com ênfase em amortecimento. Há algum tempo busco um bom ortopedista para diagnosticar uma dor, que acho ser na crista ilíaca (depois de muito procurar em mapas de anatomia), ao invés de passar simples anti-inflamatórios.  Eu defendo uma têse de que a dor seja consequência do impacto, tanto que enquanto usei o Adidas Cushion (amortecimento) ela diminuiu. Quando voltei para o Asics Kayano (estabilidade), assim como quando usei o Adidas Sequence ela se fez mais pr…

Você é um corredor iniciante, intermediário ou avançado?

A Runners de fevereiro (Ed. 28) começa com uma matéria muito interessante na seção Treino. A matéria Semanão fala sobre a importância dos ciclos no desenvolvimento do corredor e que tentar colocar em uma única semana todos os tipos de treino é algo realmente complicado, quando não, improvável de ser feito. A sugestão é adotar um intervalo de tempo maior para que possamos incluir todos os treinos necessários para nosso desenvolvimento. A idéia é boa, simples e de praxe a revista ainda apresenta sugestões para os treinos de qualidade. Mas o que mais me marcou na reportagem foi a forma como foi identificado o nível do corredor. É a primeira vez que vejo algo do gênero, então segue o registro:Iniciante: aquele que corre até 24 Km semanaisIntermediário: aquele que corre de 24 Km a 48 Km semanaisAvançado: aquele que corre de 48 Km a 64 Km semanaisComo você se vê? Sua quilometragem semanal será determinante para o desenvolvimento de sua capacidade como corredor, seja seu objetivo ganhar resi…

O segredo dos corredores quenianos

Passei a semana procurando informações sobre corredores quenianos. Achei matérias que justificavam o desempenho deles o fator genético, outros usaram os treinos em altitude (O Quênia está a mais de 2.000 metros do nível do mar) e por fim a dedicação. A matéria O SEGREDO DOS CORREDORES QUENIANOS de Javier Triana humaniza os feitos dos queniano, mostrando mais uma vez que somos fruto do meio. A necessidade mais uma vez faz o homem. Prova disso foi que o "britânico" Mo Farah, vencedor dos 10.000 metros e o Kiprotich de Uganda fizeram. Eles treinam no Quênia, no High Altitude Training Centre, a capital mundial da corrida em distância - veja reportagem na The Finisher.
Com um estilo de vida tão simplório, correr sempre foi algo necessário para cruzar distâncias. Como foi bem dito na reportagem, eram 10 quilômetros para ir para a escola e outros dez para voltar para casa. Assim como a bola está para as crianças brasileiras, a corrida está para as crianças quenianas. A especializaçã…